Criar um Site Grátis Fantástico

Notícia

Notícia

COMO APRENDER INGLÊS O guia definitivo

 

 

Final da novela 'A Força do Querer': Irene sequestra grávida antes de morrer      

 Slide 2 de 8: Irene (Débora Falabella) usa sua gravidez para infernizar a vida de Eugênio (Dan Stulbach) na novela 'A Força do Querer'

        Assim como a trama de Bibi Perigosa (Juliana Paes) e a ousada fuga de Rubinho (Emílio Dantas) do hospital, o destino de Irene (Débora Falabella) na novela "A Força do Querer" também será inspirado em fatos reais. De acordo com o colunista de TV Daniel Castro, depois de sofrer um aborto e decidir "seguir" com a gravidez usando barriga falsa, a vilã vai agir como Thainá da Silva Pinto, que sequestrou e matou uma gestante para tentar se apoderar do bebê. Nos capítulos finais da trama, a arquiteta morre em um grave acidente, ao entrar em um elevador.

  • Slide 3 de 8: Irene (Débora Falabella) cai na armadilha de Elvira (Betty Faria) e perde o bebê, na novela 'A Força do Querer'
  • Irene sofre aborto

    A derrocada de Irene começa quando ela cair na emboscada armada por Elvira (Betty Faria), com a ajuda de Sabiá (Jonathan Azevedo). Presa no Morro do Beco, a arquiteta consegue escapar do cativeiro quando a polícia invade o local na tentativa de impedir a fuga de Bibi (Juliana Paes) e Rubinho (Emílio Dantas). No meio da troca de tiros, a mau-caráter foge, mas tem um sangramento e perde o bebê que espera de Eugênio (Dan Stulbach).

     

    Desfecho baseado em história real

     Para continuar infernizando Joyce (Maria Fernanda Cândido), Irene não só omite o aborto como inventa que está esperando uma menina, e segue exigindo dinheiro do advogado, usando barriga falsa. Mas como um dia a criança teria que nascer, Gloria Perez se inspirou na história de Thainá da Silva Pinto, sequestrou Rayanne Christini Costa Ferreira em 2016, no Rio de Janeiro, e acabou mantando-a ao forçar o parto para ficar com o bebê.

  • Slide 4 de 8: Irene (Débora Falabella) usa barriga falsa após o aborto e inventa que está esperando uma menina, na novela 'A Força do Querer'Slide 5 de 8: Irene (Débora Falabella) vai sequestrar uma gestante no final da novela Slide 8 de 8: Bibi (Juliana Paes) fica com Caio (Rodrigo Lombardi) no final da novela 'A Força do Querer'

 

        Irene (Débora Falabella) usa sua gravidez para infernizar a vida de Eugênio (Dan Stulbach) na novela 'A Força do Querer'

© Divulgação, Estevam Avellar/ TV Globo

Irene morre durante uma perseguição, adianta diretor

 

Após o crime, Irene vai ser perseguida e acaba morrendo de maneira trágica.O diretor Rogério Gomes adiantou ao site oficial da trama: "Ela vai vai morrer durante uma perseguição em um edifício garagem. Irene entra em um elevador e sofre um grande acidente".

 

Bibi fica com Caio, diz jornal

 

Outro desfecho que já foi publicado é o de Bibi. Segundo o jornal "Extra", a personagem de Juliana Paes vai deixar a vida do crime depois de se separar do marido e, tal como Fabiana Escobar, lança sua autobiografia. Ela também deve reatar com Caio (Rodrigo Lombardi) e os dois ficam juntos no fim.

 

Comandante do Exército descarta punir general que sugeriu intervenção

      © Marcelo Camargo/Agência Brasil Eduardo Villas Bôas disse que já conversou com Antonio Hamilton Mourão "para colocar as coisas no lugar        

 

O comandante do Exército brasileiro, Eduardo Villas Bôas, afirmou que o general Antonio Hamilton Mourão não receberá punição por ter sugerido uma intervenção das Forças Armadas no país.

Em sua primeira manifestação sobre o tema, o comandante disse ao apresentador Pedro Bial que já conversou com Mourão "para colocar as coisas no lugar, mas punição, não".

Em meio a questões envolvendo a crise política, ele ainda declarou que a possibilidade de intervenções militares "ocorre permanentemente" e disse que "as Forças Armadas têm mandato para fazer [uma intervenção militar] na iminência de um caos".

A entrevista foi exibida na noite desta terça-feira (19) pela TV Globo.Na segunda-feira (18), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, pediu explicações a Villas Bôas sobre o incidente. Em nota, o ministro afirmou que foram discutidas "medidas cabíveis a serem tomadas" em relação ao general Mourão.

+ Temer usa dados não oficiais em discurso na ONU, diz pesquisador

Apesar de o ministro ter pedido explicações sobre o incidente, Villas Bôas, que ocupa o cargo mais alto na hierarquia das Forças, é o responsável legal por decidir o que fazer sobre Mourão, a quem chamou de "um grande soldado, uma figura fantástica, um gauchão".

Na última sexta-feira (15), Mourão afirmou que "seus companheiros do Alto Comando do Exército" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema político", em referência aos escândalos de corrupção envolvendo políticos.

Secretário de economia e finanças da Força, o general falava em palestra promovida pela maçonaria, em Brasília.Villas Bôas negou que Mourão tivesse desrespeitado a legislação que proíbe oficiais da ativa de se manifestarem sobre o quadro político-partidário. Para ele, a fala do colega foi descontextualizada e mal interpretada.

Ele ainda deu a entender que as Forças Armadas podem, sim, agir em assuntos relacionados à crise política.

"Se você recorrer ao que está na Constituição, no artigo 142, como atribuição das Forças Armadas, diz que as Forças podem ser empregadas na garantia da lei e da ordem por iniciativa de um dos poderes", afirmou.Como exemplos, citou as recentes atuações do Exército para conter ondas de violência no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

O comandante das Forças continuou: "O texto diz que o Exército se destina à defesa da pátria e das instituições. Essa defesa poderá ocorrer por iniciativa de um dos poderes, ou na iminência de um caos. As Forças Armadas têm mandato para fazer".

A Constituição Federal, contudo, condiciona a ação das Forças Armadas expressamente à "iniciativa de qualquer destes [poderes constitucionais]", sem cogitar a tese de "iminência de caos" mencionada por Villas Bôas.

Segundo o artigo constitucional, as Forças Armadas "são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem".

HISTÓRICO

Natural de Porto Alegre (RS) e no Exército desde 1972, o general responsável pelas declarações sobre intervenção militar é o mesmo que, em outubro de 2015, foi exonerado do Comando Militar do Sul, em Porto Alegre, e transferido para Brasília, em tese para um cargo burocrático, após fazer críticas ao governo de Dilma Rousseff.

Na época, um oficial sob seu comando fez homenagem póstuma ao coronel Brilhante Ustra, acusado de inúmeros crimes de tortura e assassinatos na ditadura militar.

Durante a entrevista, veiculada nesta terça-feira (19) no programa "Conversa com Bial", Mourão falou ainda sobre a participação do Exército brasileiro no Haiti, a violência no Rio de Janeiro e as recentes questões ambientais na Amazônia.

O general também conversou com Bial sobre a doença degenerativa de que sofre, as limitações no cotidiano e o apoio de colegas e familiares. Com informações da Folhapress.

  Arrastão acontece novamente nesta manhã em Buerarema Ba

 

15 de Agosto de 2017

               Nova onda de assalto em Buerarema Ba

               Aconteceu nesta manhã por volta das 05:00h nos pontos de ônibus e em proximidades, onde pessoas foram sendo surpreendidas por assaltantes em uma moto levando celulares e objetos pessoais no arrastão. Uma mulher qua é funcionária da empresa Trifil passou mal e teve de ser socorrida e levada a um posto de saúde desmaiada. 

                Pessoas que se desloca diariamente para trabalhar em cidades vizinhas vem sofrendo com assaltos constantes na localidade.

                Já existe uma petição para que as autoridades locais tomem uma providência e providencie, segurança para os trabalhadores e estudantes que se desloca diariamente em horários específicos como por exemplo, a operação amanhecer na cidade de Itabuna.

                ENDEREÇPO DA PETIÇÃO http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR101333

 Acidente na BR 101 no perímetro urbano de Buerarema Ba nesta noite de Sábado

            Sábado 05/08/2017

            Uma moto colidiu com um carro em frente ao Estádio Municipal A.C.M Em Buerarema BA, deixando um jovem em estado grave. Foi socorrido no local e encaminhado para o Hospital de Base de Itabuna Ba.

Cantor de dupla sertaneja é detido na BA após provocar 2 acidentes e fugir sem prestar socorro a vítimasCarro de cantor sertanejo foi apreendido após acidente com 2 feridos na BA (Foto: Reprodução/TV Oeste)